Órgãos de Assessoramento

Assessorias

Órgãos de Assessoramento

Os órgãos de Assessoramento são subordinados parte ao Reitor, e parte ao Vice-Reitor, e responsáveis por assessorar o desempenho de atividades técnico-administrativas inerentes à gestão da UNICERRADO.
assessoria marketing placeholder unicerrado
marketing assessoria placeholder unicerrado

Assessoria de Comunicação, Marketing e Ouvidoria

A Assessoria de Comunicação, Marketing e Ouvidoria é um órgão de divulgação das ações e políticas da UNICERRADO, interna e externamente e de representação do cidadão-usuário junto à administração da UNICERRADO.

São competências da Assessoria de Comunicação, Marketing e Ouvidoria da UNICERRADO:

I.

Divulgar, interna e externamente, as ações e políticas da UNICERRADO junto a comunidade acadêmica e a sociedade em geral;

II.

Representar, intermediar e instruir a Reitoria junto a órgãos de imprensa;

III.

Criar e organizar campanhas de marketing, especialmente na divulgação de eventos e do vestibular dos cursos da UNICERRADO;

IV.

Atualizar e melhorar constantemente o site da UNICERRADO e outras mídias digitais de divulgação;

V.

Facilitar, simplificar e normatizar ao máximo os serviços de atendimento ao público em geral e aos discentes, em particular, da UNICERRADO;

VI.

Realizar serviços de Ouvidoria interna e externa;

VII.

Auxiliar o Reitor em suas ações.

Assessoria de Gabinete

A Assessoria de Gabinete é o órgão de assessoramento técnico administrativo de subordinação direta ao Reitor, responsável por:

I.

Preparar, coordenar e supervisionar o elo entre a Reitoria e a comunidade acadêmica e pela preparação da agenda diária do Reitor e do Vice-Reitor;

II.

Preparar, coordenar e supervisionar os eventos para o público interno e externo e ordenar corretamente os atos solenes ou comemoração pública da UNICERRADO que necessite de formalização;

III.

Auxiliar na elaboração e na execução das políticas e estratégicas da UNICERRADO, quanto ao seu crescimento e relacionamento com as comunidades interna e externa;

IV.

Responder pela distribuição, orientação e coordenação dos trabalhos do Gabinete, quanto ao atendimento à população e pela promoção da integração entre o Gabinete do Reitor e os demais setores UNICERRADO;

V.

Assistir ao Reitor e ao Vice-Reitor em suas relações político administrativas com órgãos e entidades públicas ou privadas;

VI.

Coordenar e supervisionar os serviços de cerimonial e acompanhar cerimônias e eventos realizados e ou com participação da UNICERRADO.

Assessoria Jurídica

A Assessoria Jurídica é o órgão responsável pelo assessoramento jurídico da Reitoria e os outros órgãos da administração superior e intermediária da Instituição, bem como defender seus interesses em juízo e ou fora dele.
Comissões

Comissão Permanente do Processo Seletivo

A Comissão Permanente do Processo Seletivo e o órgão suplementar do Gabinete do Reitor, responsável pela elaboração, coordenação e fiscalização do processo seletivo de ingresso aos cursos da UNICERRADO. Compete a CPPS:

I.

Organizar e fiscalizar o processo de seleção e ingresso dos discentes aos cursos de graduação da UNICERRADO;

II.

Elaborar, em conjunto com a Assessoria de Comunicação, Marketing e Ouvidoria, a divulgação dos processos seletivos;

III.

Promover e organizar outras formas de ingresso aos cursos, caso restem vagas ociosas;

IV.

Criar instrumentos e políticas de divulgação e promoção de ingresso aos cursos da UNICERRADO; elaborar os Editais dos Vestibulares, submetendo-o a aprovação no Conselho Reitor.

comissao procuradoria placeholder unicerrado

Comissão Permanente do Pessoal Docente

A Comissão Permanente do Pessoal Docente – CPPD do UNICERRADO, constituída pela Portaria Normativa nº 1991/2010, é o órgão que tem por função normatizar, organizar e assessorar a Reitoria na formulação e acompanhamento da execução da política do Pessoal Docente. São atribuições da Comissão Permanente do Pessoal Docente – CPPD:

I.

Definição e alteração do regime de trabalho dos docentes;

II.

Criar e submeter para aprovação no Conselho Universitário seu Regimento interno;

III.

Avaliação do desempenho para a progressão funcional dos docentes;

IV.

Processos de ascensão funcional por titulação;

V.

Processos de incentivo funcional por titulação;

VI.

Solicitação de afastamento para aperfeiçoamento, especialização, mestrado, doutorado e pós-doutorado. VII. propor diretrizes específicas para o aperfeiçoamento docente, a serem submetidas às Faculdades;

VIII.

Propor normas específicas para a avaliação docente com a finalidade de promover o constante aprimoramento do quadro docente da UNICERRADO;

IX.

Apreciar matérias referentes à avaliação docente;

X.

Assessorar o Reitor, Vice-Reitor, Pró-Reitores e Diretores de Faculdades em assuntos relacionados ao Regime de Trabalho dos docentes.

Conselho de Ética

O Conselho de Ética, órgão suplementar do Gabinete do Reitor, de atuação autônoma em relação às demais instâncias administrativas da UNICERRADO, responsável pela elaboração, divulgação, promoção e aplicação da política de convivência entre os diferentes membros da comunidade acadêmica, têm por atribuições:

I.

Elaborar e encaminhar para aprovação no Conselho Universitário o Código de Regras de Convivência da UNICERRADO;

II.

Receber, analisar e deliberar sobre processos de caráter ético envolvendo docentes, discentes e funcionários técnico administrativos da FESG que prestem serviços na UNICERRADO, bem como indicar possíveis punições;

III.

Criar e implantar ações que possibilitem a criação de um ambiente de respeito mútuo e cordialidade dentro da UNICERRADO;

Conheça mais sobre o Comitê de Ética da UniCerrado:

Comissão Própria de Avaliação (CPA)

A Comissão Própria de Avaliação, órgão suplementar do Gabinete do Reitor, supervisionado pelo Vice-Reitor, de atuação autônoma em relação às demais instâncias administrativas da UNICERRADO, responsável pela coordenação do processo de auto-avaliação da instituição. Compete a CPA:

I.

Formular a proposta de Autoavaliação, com base nas diretrizes do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (SINAES), do Conselho Estadual de Educação de Goiás (CEE – GO) e da Comissão Nacional de Avaliação da Educação Superior (CONAES);

II.

Elaborar seu Regimento Interno e submetê-lo para aprovação no Conselho Universitário;

III.

Supervisionar as atividades de coleta de dados e prestação de informações;

IV.

Gerenciar o processo de sistematização, tratamento e análise dos dados;

V.

Promover reuniões, debates e seminários na área de sua competência para favorecer a participação dos segmentos da comunidade acadêmica;

VI.

Criar mecanismos e instrumentos para a divulgação das atividades da CPA e publicação dos resultados e experiências;

VII.

Definir a estrutura de apoio para o desenvolvimento do trabalho da Comissão;

VIII.

Propor ações que promovam a melhoria contínua do processo avaliativo da UNICERRADO, conforme critérios estabelecidos na legislação aplicável e em seu Regulamento Interno;

IX.

Manter registros e controles que possibilitem uma avaliação permanente do Programa;

X.

Representar a Reitoria em eventos relacionados à Avaliação Institucional.

Conheça mais sobre a Comissão Própria de Avaliação – CPA:

procuradoria comissao placeholder unicerrado

Procuradoria Educacional Institucional

A Procuradoria Educacional Institucional é o órgão da UNICERRADO responsável pela interlocução da IES com o DAES-INEP, bem como por organizar e disponibilizar as informações, gráficos, planilhas e documentos gerais da UNICERRADO.

Núcleo de Orientação Pedagógica

O Núcleo de Orientação Pedagógica, órgão suplementar da Vice-Reitoria, é responsável por orientar academicamente docentes e discentes em suas funções e atividades na UNICERRADO, têm por funções:

I.

Orientar os docentes sobre seus direitos e deveres;

II.

Orientar os discentes sobre seus direitos e deveres;

III.

Orientar os funcionários técnicos administrativos da FESG, que prestam serviços na UNICERRADO, sobre seus direitos e deveres;

IV.

Possibilitar o acesso público e esclarecer a comunidade sobre os documentos e a toda a legislação pertinente a UNICERRADO;

V.

Orientar e mediar sobre conflitos de caráter pedagógico, encaminhando os mesmos para análise nas instâncias competentes, quando necessário.